Diwali, conhecido como Festival das Luzes, é uma festa religiosa celebrada por indianos de todo o mundo. O evento dura cinco dias e comemora a vitória das forças do Bem sobre o Mal, da luz sobre as trevas, e do conhecimento sobre a ignorância. Os religiosos acendem pequenas lâmpadas (diyas), vestem roupas novas, comem doces e soltam fogos de artifício.

O Festival das Luzes é marcado de acordo com o calendário lunar hindu, por isso, pode ocorrer em outubro ou em novembro. Apesar de ser um feriado nacional na Índia, o Diwali pode ter diferentes significados para adeptos do hinduismo, sikhismo, jainismo e budismo. Neste ano será comemorado de 8 de novembro até 12 de novembro.
No primeiro dia, chamado de Dhanteras, os religiosos oram à deusa Lakshmi, pedindo saúde e prosperidade. Nesta data, é costume comprar objetos de ouro e prata.

No segundo dia, chamado de Choti Diwali (ou pequeno Diwali) comemora o episódio em que o deus Krishna matou Narakasura, o demônio do mal (foto). Os religiosos cantam músicas para Lakshimi e Rama.

O terceiro dia é o verdadeiro Diwali. Muitos religiosos visitam templos para adorar Lakshmi e Ganesh. Uma das tradições da data consiste em enfeitar o exterior das casas com lamparinas. O ritual, chamado de Laxmi Pooja, tem o objetivo de chamar a atenção da deusa Lakshmi para que ela abençoe os lares. À noite, a comemoração é feita com muitos fogos de artifício.
O quarto dia, chamado de Padwa, celebra o episódio em que o deus Krishna derrotou Indra, o deus da chuva e dos céus. A lenda conta que Krishna levantou o monte Govardhana para salvar a população das inundações. Por isso, os religiosos comemoram a data cozinhando montanhas de comida. De acordo com outra lenda do sul da Índia, em Padwa, o deus Vishnu derrotou Bali, o demônio-rei.

O quinto e último dia de Diwali é chamado de Bhai Dooj. Na data, irmãos e irmãs se aproximam em comemoração ao episódio em que Yami (deusa da morte) intercedeu por seu irmão gêmeo Yama (deus da morte). É costume que as irmãs façam orações aos irmãos, e estes retribuam com pequenos presentes.

Os objetos mais vendidos durante o Diwali são os potes de barro que servem como suporte para as lâmpadas. Os diyas geralmente são feitos artesanalmente por famílias que encaram o festival como uma boa fonte de renda.
Mais de 30 milhões de indianos vivem fora da Índia. Por isso, o Diwali é celebrado em vários países do mundo, como Estados Unidos, Canadá, Nepal, Mianmar, Malásia, Singapura, África do Sul e Reino Unido.